Ocorreu um erro neste dispositivo

Oláááá.. :D

Olá Blogger's,

Devo de já avisar, que este é o meu Blog official,
onde coloco, tudo! E mais alguma coisa...
Onde mostro o meu verdadeiro eu, por detrás do que dizem, falam ou comentam , devido ao meu historial no Facebook. :)

Espero que gostem...

... qem nao GOSTA , NA OLHA!! :'D

Filipinha Antonello <3




sábado, julho 23, 2011

Uma Nova Experiência (:

Qinta-Feira, por volta das 19h num dia de maio, em plena primavera libertante. Tudo corria como o normal, eu tinha ído aturar mais um dia de aulas, em que o Stôr de TIC me pedia indirectamente pra lhe entregar o trabalho e sair. Estava um calor dum caraças e estavamos quase no final de mais um ano lectivo, pode-se dizer que tudo isto se vai passar no Porto onde me alujei durante uns tempos, a vida não é como sonhamos, mas tudo se fez bem, não estou aqui a falar da minha antiga vida, mas sim, da minha nova vida, algo que descobri que não tinha descoberto, algo que me fez pensar como seria a minha vida até ao fim! Algo chitante e emocionante, que eu sempre tivera curiusidade de saber o porquê, quais os sentimentos, as sensações  de chegar ao climax no mundo feminino com ajuda de experiencia feminina também.
Saí da escola, juntamente com 4 amigas que nesse ano tinha conhecido, tudo muito banal, não sabiamos o que fazer, nesse momento decidiram todas ir beber um refrigerante ao café do Sr. Zé, mas eu não quis, pois esperava a SMS da Mariana ( Nome ficticio para a experiencia feminina, como assim lhe chamo) , fui... esperei uma confirmação, um sinal ( . . . ) Passado algum tempo recebi a SMS que dizia "Vem ter cmg a minha casa, sabes onde fica? Se não souberes liga-me, é só subires a Av. da Liberdade e pouco mais que isso eu vou-te buscar. Beijos não demores quero-te ver mais uma vês" , Adurava aquelas SMS vindas dela, uma pessoa querida, linda que me fazia surrir, estaria apaixonada por uma mulher? pensaria eu... talvez? questionava-me dia após dia.. so sei que quando recebia ou estava perto dela, meu coração bonbiava cada ves mais, e mais, algo que nunca me tinha acontecido, sem ser com o meu ex namorado, mas esse era Homem.. Gostarei de mulheres? Sentimentos que nunca tinha sentido... Eu fui... Subi a Avenida, descobri a casa dela, uma casa robusta de gente mais ou menos rica, lá estava ela, á porta a surrir pra mim, com aqueles olhos azuis redondos, fiquei sem ar ao ve-la, ela pediu-me para entrar, eu não fui de modas, entrei , abraçei-me a ela, meti a minha mão direita no pescoço dela, fazendo o seu pescoço seguir os lábios, seguindo os meus lábios, num beijo doce e molhado como as mulheres o sabem fazer... durante muitos minutos beijamonos como se não houvesse amanhã, no seu corredor encustei-a contra a parede, enquanto os nossos beijos se tornavam cada ves mais quente e fugazes, mais desejavéis, beijava-lhe o pescoço e sentia a gemer baixinho, gemidos bons que nunca os esquecerei( e posso dizer que durante meses não os esqueci), beijava-o o pescoço, punha a minha mão direita a subir as pernas dela, a sentir o vestido justo e fresco de verao que lhe cobria o corpo magro amorenado, sentia a chitar-se a querer-me cada vês mais... minhas unhas passavam de mancinho na perna dela, meus dedos subiam devagarinho, só pra sentir ela a querer-me mais... Puz a minha mão a trabalhar, passei a minha mão na sua cona, senti-a um pouco molhada por mim, fio dental com a sua querida Hello Kitty a frente, em que o nariz da Hello Kitty situava o seu clitoris possuido... humm, afastei a parte da frente do seu fio dental, ajuelhei-me e no hall de entrada beijei-lhe suavemente todo aquele corpo , passado-lhe a lingua até chegar ao clitoris dela, mal eu meti lá a lingua ouvia quase gritar por mim, nestes momentos tórridos nem se sabe o que fazer so mesmo sentir... meus dedos entraram por dentro dela.. gemidos cada vez mais fortes, melhores, que me fizeram deseja-la tambem cada vez mais , suguei durante algum tempo até que ela disse-me "PARA!" e eu pergunte-lhe pqê e sé me soube responder "VEM COMIGO" , deu-me um beijo dispachado, deu-me a mão e levou-me até ao seu covil, o seu quarto ficava depois de subir as escadas logo a primeira porta a esquerda, passado por um monte de corredores em que tinhamos os quartos de toda a gente daquela casa, chagadas ao quarto, em frente a sua cama , agarrou em mim e beijou-me com desejo,... desejo de mais? perguntava eu.. enquanto nos beijavamos, despia-lhe o vestido passando devagar as minhas maos para que sentisse bem que não estaria a sonhar com a minha presença, atirei-a pra cama, continuei o que tinha começado no hall, só que agora melhor, puz-me em cima dela, beijando-a e a minha mao com os dedos dentro dela, a senti-la, a po-la molhada,  beijei-lhe o pescoço seguido dos ombros, por entre os seios, passando para um deles, como eram belos aqueles bicos tesos , excitados de puro prazer ... a minha lingua massaja-lhe os bicos, meus dentes trincavam-lhe os bicos suavemente e só a ouvia gritar, sentindo a sua mão a massajar aquilo que era meu..meus beijos seguiam o caminho do pecado e chegaram outra vez ao ponto de partido... ao seu clitoris! os meus dedos ficavam mulhados pela minha saliva e punha-os fortemente la dentro, humm, tao bom aquele pecado!..
Levantou-se pos-se de 4.. e sentia-a cada vez mais qente pela minha penetração, mas passado um bocado manda-me parar outra vez.. desta vez nao lhe pergunto o pqe ja adivinhava o que saia dali, na segunda gaveta da mesa de cabeçeira tinha um daqueles viradores normais, muito bons, pois ela dizia-me que costumava masturbar-se diariamente , inclusive já me tinha ligado a web pra ve-la praticar com aquilo, fiquei um pouco pasma mas não envergonhada, ela po-lo na boca, passando-lhe a lingua , deixando -o molhado, era um vibrador, branco grande, em que nao chegaria a po-l todo dentro dela, disse-me para o fazer e eu fiz.. dei-lhe uma lambidelas e de seguida russei-lhe aquela dadiva do prazer na sua cona, enfiei-o e agora sim dava me aqueles gemidos de que eu ouvira varias vezes pela web, que me deixavam fora de mim, se fosse hoje deixariam na mesma... de 4 continuavamos naquele prazer absoluto, cada a vez a dar-lhe com mais força... e mais... e mais... força! Passado algum tempo desejava faze-lo a mim... Filipa Antonello, eu? uma miuda que nunca tinha provado do mesmo sexo, senti-me bem desejada por uma miuda bastante desejada pelos rapazes da escola, não teve vergonhas, sentou-se no meu colo abrindo-me as pernas ( enquanto nos beijavamos ) pos aqueles dedos bons dentro da minha boca cheia do sabor dela, enfiou-me na minha cona mulhada, cheia de vontade de a ter, e de principio pos devagar, depois com mais força, fez-me desejar lhe cada ves mais como nunca me tinha acontecido , o seu dedo polegar a massajar fortemente e suavemente o meu clitoris, de momentos pareciamos um casal de lesbicas que se tinha perdido no tempo e que nunca mais se tinha reencontrado se nao naqele dia, cheias de saudades, mas não fora o nosso caso, amei o que ela me fez, de seguida deito-me de barriga pra cima, lambe-o o que dantes era seu e meteu-me devagar para o sentir todo a abrir as paredes da minha cona, como se tudo aquilo nao passa-se de um mero sexo, mas nao, parecia que faziamos o amor como um casal, senti-me noutro planeta, como nunca me tinha sentido, humm, só de pensar . . .  continuando.. como ela ja tinha experiência naquilo pensava eu.. mas nesse momento so pensava em te-la cada vez mais.... amei tanto... deixou-me muito tesa e excitada de prazer, completamente molhada com tal maluqueira, ficamos, sentadas em frnte uma a outra de pernas abertas a sentirmo-nos uma a outra, até nos virmos, ela veio-se primeiro, depois de se vir fui sentir a cona dela toda bem quente e excitada e muito mulhada, o clitoris completamente estafado de tal foda que demos, depois vim-me eu, senti-me nova, muito marada e acabadinha de ter um squirt, WOOOW! nunca me tinha acontecido, seria eu normal? sim era.. nao sao todas as mulheres q tem um squirt marado.. soube tao bem, ficamos deitadas na cama dela, até tarde, adormece-mos agarradas uma a outra, ela abraçada em mim, adurmecendo-me com aqueles beijos...




Passados esses momento, tive tais experiencias com ela, em varios sitios, mas hoje em dia perdi-lhe o rasto, zangou-se comigo pq nao estive preparada para assumir uma relação gay com ela, sinto saudades dela é claro, passamos bons momentos juntas, agora divirto-me mas nao e a mesma coisa, acho que era amor :S

Pois bem! Seguidores, hoje quiz por-vos a prova com a minha experiencia de vida em que tive com a minha antiga quase namorada "Mariana", belos tempos, terei melhores agora neste presente, assim espero!

Espero que tenham gostado fiqem sempre "IN" no BLOG DA Filipinhaa ;)
BOM FIM DE SEMANA :D

4 comentários:

Anónimo disse...

Bem era de longe o que se esperava encontrar num blog a um sábado ao final da tarde...mas desde já posso dizer que está qualquer coisa de BRUTAL...Parabéns pelo magnifico texto e que tenhas muitas experiências (não para continuares a publicar mas para que te sintas bem contigo própria).

Obrigado e Bom fim de semana para ti tambem =)

Marco A Ded disse...

Muito bem menina Filipa :D a menina se gosta ou gostou da amiga fez muito bem em dar aso ao que te pussia a lama quando estavas perto dela...

pena terem perdido o contato.. sempre mau quando perdemos uma amizade...ainda pior um amor...

bjinhx do teu amigo Marc a Ded

Filipe Torres disse...

Adorei querida, adorei, fiquei com tesão ao ler.

aprovado,

agora quero fazer o que a "Mariana" fez, ligar a webcam só para ti querida

Ju disse...

a Filipinha é atrevida hein? lol brincadeirinha.

bem acho "triste" teres perdido o rasto a alguém que foi especial para ti e te abriu a alma para uma nova experiência. pena terem.se chateado assim mas é a vida talvez... no que toca à homosexualidade, sempre tive a noção que é mais facil de viver entre raparigas do que entre rapazes, e pelo que tenho experiência voces têm sempre mais abertura nao so para flr como para experimentar. quanto á tua experiencia, reconheço que é bastante excitante, quer o leitor seja homem ou mulher :) e penso que ha-de ser algo que vai ficar dentro de ti por muito tempo. não ha muitas pessoas capazes de ser assim abertar e liberais como tu e admiro isso em alguém, seja homem ou mulher. o mundo precisa de mais pessoas como tu, Filipa :)